Ads Top

[CRÍTICA] Bastardos Inglórios

REPRODUÇÃO


Bastardos Inglórios é sem sombra de dúvida o melhor filme já produzido na história cinematográfica. O enredo foi todo minuciosamente produzido por Tarantino durante um período de dez anos, o diretor mais que premiado, sempre ficava indeciso sobre o final que daria para o filme, então o roteiro era sempre deixado de lado até que ele conseguisse concretizar suas ideias no papel.

A produção milionária teve um gasto de 30 milhões de doláres e mais de trezentos e vinte milhões de dólares em arrecadamento, sendo o segundo filme de maior bilheteria de Tarantindo, e tendo sido indicado a diversos prêmios no mundo do cinema, e ganhando boa parte dele.

O contexto do filme no início de toda a trama é legítimo ao que se espera dos tempos relacionados ao nazismo: Hitler usa seu poder e força para reunir homens suficientes para irem em busca de todas as famílias judias que não estavam nos campos de concentração, e para o mesmo designa o cargo á um coronel chamado Aldo Raine.

Uma das famílias buscadas pelos "capangas" de Hitler se chamava Dreyfus e eram mantidos sob segurança abaixo do teto  de uma família da união soviética, mais precisamente na casa de Parrier LaPadite.

A verdadeira história começa quando o coronel Aldo Raine, deixa propositalmente um dos membros da família Dreyfus escapar da dolorosa morte de fuzilamento - Soshana.

Honestamente, eu me senti dentro da história viva, como se eu estivesse vivendo aquilo, e foi muito estranho, por que a ultima vez que me senti assim foi assistindo o diário de Anne Frank, e fiquei imaginando: E se ela tivesse tido essa chance? De se vingar de todos os que lhe fizeram mau?

O foco deste filme é a morte dos nazistas - Eu nunca imaginei que alguém pudesse produzir um filme voltado para essa parte do contexto da história - Embora na história houveram judeus revoltados com a violência (e com razão) que decidiram agir por si, e criar uma chacina nazista.

Após quatro anos da morte de seus familiares, Soshana adota para si uma nova identidade com o nome de Emanuelle Mimieux que tem o prazer de conhecer um fuzileiro alemão chamado Frederick Zoller que fica extremamente apaixonado pela jovem ao descobrir que ela dirige um cinema - O mesmo tem sua vida relatada em um filme intitulado "O orgulho da nação", que por coincidência pode ser assistido do início ao fim na opção "extras" no DVD Blueray do filme.

Bastardos foi o nome dado ao grupo liderado pelo coronel Raine pelo fato de sempre matarem suas vítimas e nunca levar uma consigo como refém.

O filme é perfeito do inicio ao fim, Tarantino não poderia ter o executado de melhor forma. 

O espectador cria uma familiaridade com as personagens, e acaba se decepcionando como em muitos dos casos quando o roteirista decide executar de forma cruel os personagens ao qual nos apegamos tanto.


O desenvolvimento de Inglourious Basterds começou em 1998, quando Tarantino escreveu o roteiro para o filme. Tarantino "empacou" no fim do enredo e decidiu adiar as filmagens, preferindo dirigir o filme de duas partes Kill Bill. Após dirigir Death Proof em 2007 (como parte da sessão dupla Grindhouse), Tarantino voltou a trabalhar em Inglourious Basterds. As filmagens começaram em outubro de 2008, na Alemanha, com um orçamento inicial de 70 milhões de dólares. Inglourious Basterds estreou em 20 de maio de 2009, no 62º Festival de Cannes, onde competiu pela prestigiosa Palma de Ouro. Foi lançado nos Estados Unidos e na Europa em agosto de 2009 pela The Weinstein Company e Universal Studios. - Wikipédia


Ordem do Filme
Capítulo 1: Era uma vez na França ocupada por nazistas
Capítulo 2: Bastardos Inglórios
Capítulo 3: Noite alemã em Paris
Capítulo 4: Operação Kino
Capítulo 5: A vingança do rosto gigante
CRÍTICA

REPRODUÇÃO


Como dito anteriormente, o espectador não cria expectativas sobre o enredo sobre o que pode ou não acontecer, até mesmo por que o filme muda a todo momento e não tem nenhuma previsão de acontecimento, em outras palavras: Você não consegue "desvendar" a próxima cena, ou à continuidade da que está se sendo assistida.

Bastardos foi simplesmente o melhor filme com relação á segunda guerra mundial já produzido, me atrevo à dizer no mundo

Um fato que pode - e vai - chamar bastante atenção do telespectador é a quantidade de pessoas que lutam por um  mesmo propósito e que arquitetam planos em uma mesma noite, sem terem nenhuma conexão se quer. - Acontecimentos muito bem elaborados seguidos de trilha sonoras bem produzidas.

Na maioria dos filmes que relatam acontecimentos como o da segunda guerra mundial é apenas massacre por parte do povo alemão contra os judeus, mas não neste... Neste filmes eles não possuem poder algum, eles perdem completamente todo o poder que antes exercera em outros filmes, não foi atoa que o roteiro foi abandonado por Tarantino por um período de dez anos, valeu muito a pena a espera.

Motivos pelos quais você deve assistir

REPRODUÇÃO

  1. Se você assim como qualquer outra pessoa do planeta terra tem um ódio gratuito por esta parte da história e já teve pensamentos como: "Ai se dependesse de mim, isso jamais ocorreria", este filme é para você.
  2. Se você viu Kill Bill, você também já deve ter conhecimento de que ele foi produzido antes de bastardos inglórios e que o roteiro do mesmo ficou paralisado por dez anos em uma gaveta de Tarantino - E Kill Bill é um sucesso, e qualquer idade que decidir assisti-lo irá gostar, então por que não ver Bastardos Inglórios?
  3. O filme já foi indicado para mais de vinte premiações, ganhando mais de 10 delas. 
  4. Os atores principais do filme são os nossos queridinhos: Melanie Laurent, Brad Pitty, Christopher Waltz, Michael Fassbender, Eli Roth, Daniel Brühl, Sylvester Groth, entre outros.
  5. A produção rendeu 4x o gasto pela produtora para produzi-lo.O gasto inicial para criação e filmagem do filme foi de 70 milhões de dólares, tendo como receita de lucro mais de 320 milhões de dólares.
  6. Christopher Waltz ganhou mais de seis premiações como melhor ator coadjuvante. 
  7. É uma vingança de um povo que clamava por justiça, e decidiu à fazer por conta própria.
Alguns TAKES do filme

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO


[full_width]

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.