Ads Top

[crítica] Julia X | A vingança de Júlia (2011)

Titulo: Júlia "x"
Roteiro: Matt Cunninghan 
Direção: Pj Petitiette
IMDB: 4,5
Avaliação:3.0/10.0


Júlia X ou A vingança de Júlia é um filme psicótico produzido nos Estados Unidos, escrito por Matt Cunningham. Júlia "x" é pseudônimo de Júlia, uma garota psicótica que mora com sua irmã Jéssica. 

Todo o contexto explícito no enredo é voltado para a história de vida das duas irmãs psicóticas. Julia e Jéssica ainda na infância sofreram abusos sexuais por parte do pai, e cresceram vendo o mesmo violentando e agredindo a mãe, o ódio criado por ambas remete em uma vingança mortal não somente contra o pai, mas também contra todos os homens imorais que elas encontram pela frente.

Com o tempo Júlia começa a trocar e-mails com um homem desconhecido na internet que aparentemente quer mata-la, porém, as cartas já foram dadas à muito tempo e quem está no comando é a vítima. 

A trajetória que se inicia agora narrará a história de duas psicopatas com cicatrizes de abusos sexuais na infância em um encontro sangrento com um psicopata. O que acontece quando um psicopata encontra com outras duas psicopatas e ninguém se sujeita a fugir da situação quase mortal em que se encontra - mesmo podendo - somente para desfrutar da adrenalina?

***
REPRODUÇÃO: IMDB
O filme é bom, mas não é o melhor na categoria. Em vários outros filmes é possível notarmos que os roteiristas que tem como personagens principais mulheres, optaram por colocarem-nas como vítimas de abusos, como sendo, o único fruto e acontecimento capaz de despertar raiva e ódio nelas fosse de fato, o abuso.

A história também não tem um desenvolver tão forte quanto se espera, mas é cheia de suspense, adrenalina, e o melhor de tudo: Um final surpreendente. A vingança de Júlia gira em torno de duas irmãs que possuem graus diferenciados de psicopatia, Júlia quer matar todos os homens que se mostram imorais, Jéssica quer aniquilar todos os homens que surgem em seu caminho.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.