Ads Top

Dicas para quem quer escrever seu primeiro livro

Google Images

Quando eu comecei a escrever meu primeiro livro eu tinha inúmeras preocupações, a maioria delas sinceramente era sobre detalhes que eu teria que me preocupar somente após a finalização da obra. Então, quando eu comecei a me arriscar em escrever romances - coisa que nunca fui bom - eu tracei algumas linhas de raciocínio para que o meu livro tivesse um diferencial dentro do mercado literário, para que as pessoas o comprassem e pensassem que aquela história não era uma simples história dentre muitas outras do mesmo gênero e que NÃO, ela não é previsível e não é nenhum pouco clichê, e eu sei que muita gente tem receio de iniciar a escrita do primeiro livro, ou de simplesmente dar continuidade em uma escrita que foi abandonada por falta de ideias, porém, isso acaba hoje.

Se você não tem em mente sobre o que quer escrever, talvez seja melhor planejar o foco principal do livro para iniciar, que o desenvolvimento acontece de forma espontânea quando estamos escrevendo,mas isso não vai acontecer se você não souber como iniciar sua obra, e claro, sei que isso é algo complicadíssimo para muitos, porém, hoje em dia os livros não possuem aquelas entradas muito demoradas ou detalhadas, você só precisa se encontrar, encontrar a sua obra, o seu foco e determinar quais são as pessoas que você quer conquistar com sua obra. Isso ajuda bastante na hora de iniciar sua escrita: Saber o que se quer desenvolver.

Google Images

Após determinar o seu foco, você precisa pensar nas seguintes questões:

1. Seu livro fala sobre algo que você entende bem?

Não é necessário entender de amor para escrever sobre ele, mas você já tem uma noção básica de como ele é, mesmo não tendo namorado nenhuma vez na vida, o mesmo pode ser dito de terror, horror ou fantasia. Se você for se arriscar em áreas da escrita como: Psicologia, Filosofia, Mitologia, história ou fantasia, é necessário ter um certo precaução, até mesmo por que desenvolver uma escrita sobre estes tópicos e não ter um conhecimento aprofundado para desenvolver uma boa escrita é o mesmo que pedir para fracassar, procure encontrar um assunto que você domine bem, ou algum que não necessite de ser um erudito na área, caso decida AINDA SIM se arriscar, procure pesquisar bastante antes de iniciar a escrita.

2. Seu livro faz parte do clichê?

Clichê é basicamente algo de extrema previsibilidade. Se você vai se arriscar em um romance é necessário que você tenha em mente que todos estão cansados de uma escrita que mostra de cara o que vai acontecer com o personagem principal antes de atingir metade do livro, então não deixe sua escrita transparecer demais o foco que ela irá tomar, todo livro deve conter bastante suspense para o desenvolver dos fatos. E só para tomar nota: Se você for matar algum dos personagens principais, brincar de psicólogo a onde tudo está na cabeça do personagem e nada aconteceu, falar de superação de problemas pessoais, desenvolva MUITO bem seu enredo, afinal, são contextos que todos estão muito acostumados a ler, e isso acaba ficando algo muito "batido", ouse, inove.

3. Você se inspirou em uma obra já existente, para escrita do seu livro?

Tenho um amigo que escreveu um livro após ter lido ma série que se baseava no mesmo contexto no qual ele havia decidido escrever, após finalizar o livro e me enviar para ler antes de publicar, notei de cara que o livro tinha referências muito óbvias que outro autor havia colocado em um outro livro, eu só não me lembrava qual, dai ele me confessou. Ok, a história era outra, mas o contexto dos personagens era basicamente o mesmo, não mudou uma vírgula EM NADA. Se você vai escrever um livro inspirado em uma outra obra, tome muito cuidado para que a obra que serviu de inspiração, não seja alvo de plágio. Se inspirar é uma coisa, copiar é outra totalmente diferente.

4. Seu livro aborda questões machistas, sexistas, homofóbicas ou preconceituosas?

Se a história não se desenvolver em torno de uma superação de vida, tome cuidado ao escrever. Se você não tem dinheiro para bancar um processo, é melhor não se arriscar e não escrever sobre determinados tópicos, não é mesmo? Afinal, existem pessoas mau intencionadas por ai que vêem maldade em tudo, até onde não existe.

Outras dicas bastante válidas estão contidas nestas publicações:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.