• NOVIDADES

    segunda-feira, fevereiro 27, 2017

    [CRÍTICA] Vertigem, 2009

    Reprodução

    Um animado grupo de amigos em férias decide invadir uma trilha fechada para manutenção. As montanhas revelam-se bem mais complicadas que o esperado e, para piorar, eles logo percebem que não estão sozinhos. O passeio vira pesadelo.
    Quando um grupo de amigos aventureiros decidem sair da cidade para explorar uma montanha no meio do nada, enfrentam sérios problemas com relação à segurança e ao medo escondido nas matas. Um suspense aguarda os cinco aventureiros que possuem notavelmente vontades e interesses diferenciados, quando consumidos pelo medo, ódio e pela raiva de não saberem onde exatamente estão, isso acaba gerando conflitos internos e problemas de sociabilidade de um para com o outro, o que impede todos de procurarem por um caminho de forma segura.

    Enquanto os amigos encontram-se perdidos na mata, existe um homem que busca de forma insaciável por cada um deles, trabalhando com cautela e de forma rigorosa. 

    COMENTÁRIOS




    Parece que a criatividade dos produtores de filmes foi por água abaixo. Vertigem é mais um daqueles filmes que possuem uma infinidade de características para ser explorada, porém, foi deixada de lado. O enredo do filme é semelhante a qualquer outro filme de terro que se passe em uma floresta, qualquer um mesmo. Assistindo a este filme você não sabe se é um lançamento ou uma reprodução de mais do mesmo: Panico na Floresta, Panico no gelo e uma mistura mau feita de "Caçadores de emoção além dos limites".

    Honestamente eu espera mais, esperava que o enredo tivesse sido explorado em todos os sentidos possíveis, porém, o filme acaba com diversas aspas em aberto, isso me irrita. Não existe pior sensação no mundo, do que assistir um filme onde não existe uma explicação para um fato que te intrigou durante o enredo do filme, e a pior parte nem é essa, é o fato de não existir um "vertigem 2" para narrar os fatos do primeiro. 

    Não recomendo para ninguém, porém, caso queira comprovar minhas palavras, assista e tire suas conclusões.


    Nenhum comentário: