• NOVIDADES

    domingo, março 12, 2017

    Empatia — Ensaio sobre a surdez

    Slideshare | Texto por Nahna Bolsoni

    Se procurarmos a palavra empatia no dicionário, veremos: forma de identificação intelectual ou afetiva de um sujeito com uma pessoa, uma ideia ou uma coisa. E por que falo de empatia? Porque ela é mais importante do se imagina, ainda mais em se tratando de uma pessoa com deficiência. Somente quando nos colocamos no lugar do outro podemos entender suas necessidades, dificuldades e limitações.

    E para nós, deficientes auditivos, coisas simples não tão simples assim como parecem. Como atender o telefone, pois a maioria faz leitura labial e no telefone isso não é possível. Ou quando você está no aeroporto, e antes de se dirigir ao portão de embarque, verifica na tela, mas na última hora resolvem mudar de portão e apenas avisam pelo alto falante. Não tem como entendermos, a não ser perguntar para algum funcionário da companhia aérea. Acredite, já aconteceu comigo, estava num aeroporto e tive que atravessar ele inteiro, porque o portão ficava no outro lado, faltando dez minutos para fecharem os portões.

    E quando queremos ir no cinema assistir filme nacional, que não tem legenda, e o cinema não dispõe de sessão especial (poderia ser só uma por dia), não tem como entender o filme. É como ver um filme estrangeiro, sem legendas. Não pagamos pelo ingresso só para ver as imagens. 

    Daí a importância de se praticar a empatia, pois até no dia-a-dia de quem ouve bem, ela se faz presente. Como quando ajudamos um idoso a atravessar a rua. Ou ceder um lugar num ônibus para a mulher que está grávida (e que vejo gente fingir que dorme só para não ter que dar o lugar). Ou pegar algo que alguém deixou cair na rua e devolver.

    E como você pode ajudar a nós, que não ouvimos? Falar pausadamente, articular bem as palavras, evitar "tapar" a boca com a mão enquanto fala, ou de costas, nós precisamos estar de frente para a pessoa para que possamos entender. 

     São pequenas coisas, mas que fazem uma GRANDE diferença nas nossas vidas. 

     E que nos ensina como é importante aprender a lidar com as diferenças dos outros. 

     E que ainda nos inspira a despertarmos qualidades que estavam inconscientes em nós.

    Nenhum comentário: