Ads Top

[CRÍTICA] Expresso do amanhã

blog "Humanóides" | Divulgação

Quando um experimento para impedir o aquecimento global falha, uma nova era do gelo toma conta do planeta Terra. Os únicos sobreviventes estão a bordo de uma imensa máquina chamada Snowpiercer. Lá, os mais pobres vivem em condições terríveis, enquanto a classe rica é repleta de pessoas que se comportam como reis. Até o dia em que um dos miseráveis resolve mudar o status, descobrindo todos os segredos deste intrincado maquinário.

Como toda e qualquer distopia, esta não é diferente. Encaixando-se perfeitamente dentro dos roteiros de ficção científica, Expresso do amanhã é um roteiro que deu muito certo, dirigido por Joo-ho Bang. Lançado em 2015 e tendo como protagonista Chris Evans, o filme procura mostrar como vivem as pessoas após um fracasso em conter o aquecimento global dentro de um trem. Apesar de muito bem elaborado, o enredo é extremamente previsível em alguns aspectos, porém, nada que tire a emoção de assisti-lo e assisti-lo novamente.

Apesar de ser um filme de uma outra produtora e dirigido por um outro diretor, o filme lembra-nos bastante o enredo de "Elysium", onde o protagonista é o galã Matt Damon, o filme também procura criar uma divisão distópica do mundo, onde os ricos se sobressaem aos pobres até mesmo na desgraça, porém, isso não é novidade, existem bilhares de filmes por ai que adotam esta ideia para o roteiro, porém, a forma como foi trabalhada deixou muito à desejar.

Com mais de duas horas de duração (o que é extremamente cansativo) o filme torna-se demasiadamente chato. Chato de acompanhar, de aguardar o desfeche (que acredite ou não, é extremamente clichê) e mais chato ainda de tentar encontrar algo no enredo e na atuação que não seja tão previsível.

Apesar do diretor ter conseguido se sair muito bem dirigindo outros filmes distópicos, creio que o roteirista não estava à seu favor. Uma pena, tamanho talento desperdiçado em um filme que não tem tanto para acrescentar em novidade.

Galeria de fotos | Créditos á Adorocinema.







Tecnologia do Blogger.