Ads Top

Escravidão e capitalismo histórico no século XIX

Lançado pela editora Civilização Brasileira, o livro "Escravidão e Capitalismo Histórico no Século XXI" traz ensaios de estudiosos brasileiros e estrangeiros que abordam como se deu a escravidão negra nas Américas, mais especificamente nos Estados Unidos, em Cuba e no Brasil.

Organizado por Rafael Marquese, professor do departamento de história da USP e Ricardo Salles, professor de história na UniRIO, o título analisa a adoção do regime econômico baseado na escravidão e como a Revolução Industrial provocou reconfiguração profunda no globo.

O conceito de segunda escravidão, proposto por Dale Tomich em 1988, perpassa todo o livro, que analisa como a região se tornou um polo dinâmico de uma nova e maciça expansão da escravidão diferente da que ocorreu no continente entre 1520 e 1800.

tomich assina também um dos cinco capítulos dos título ao lado dos especialistas Robin Blackbum, José Antonio Pisqueras e Edward E. Bapstist, além dos organizadores. O livro procura explicar os processos de abolição nos três países e as relações da escravidão com a reestruturação da economia capitalista do século 19.


Tecnologia do Blogger.