Ads Top

[RESENHA#126] Em águas sombrias — Paula Hawkins

ISBN-13: 9788501109941
ISBN-10: 8501109940

Ano: 2017 / Páginas: 364

Idioma: português 
Editora: Record


Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos… Com a mesma escrita frenética e a mesma noção precisa dos instintos humanos que cativaram milhões de leitores ao redor do mundo em seu explosivo livro de estreia, A garota no trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.


Grupo Editorial Record | Facebook | Divulgalção

Cuidado com superfície muito calmas; nunca se sabe o que pode haver embaixo delas.

Julia (Jules) é irmã de Nel (Danielle) Abbot. Desde pequenas, as irmãs possuem uma certa rivalidade. Jules sempre foi do tipo baixinha e gordinha e sempre foi rejeitada pela irmã Nel, não importando o ambiente. Júlia cresceu e mudou-se de cidade deixando a irmã vivendo com a filha, chamada Lena. 

Com o passar dos anos, Júlia recebe a notificação de que sua irmã havia sido encontrada morta sob a superfície do poço dos afogamentos, e que era necessária sua presença para reconhecimento do corpo.

Subi os degraus sem ver para onde eu ia, mas ouvia a água e sentia o cheiro da terra á sombra da casa, sob as árvores, em locais intocados pelo sol, o calor acre das folhas em decomposição, e o cheiro me trasportou de volta ao passado. (Jules p. 19).

Jules encontra-se desolada e sem acreditar no que estava acontecendo. Ao chegar na velha casa do moinho, depara-se com sua sobrinha, Lena. Todos desta família escondem segredos e o desenvolver de todos eles inicia-se no embate visceral de lembranças entre tia e sobrinha. Lena quer entender os motivos da tia nunca atender os telefonemas de sua mãe Danielle, e Jules não encontra-se com palavras para explicitar a ausência de comunicação com sua irmã, afinal, Lena jamais entenderia.

"Nel Abott já vinha brincando com fogo - era obcecada pelo rio e seus segredos, e esse tipo de obsessão nunca acaba bem."
Aparentemente Nel é a segunda pessoa á morrer recentemente no poço dos afogamentos, logo atrás de Kattie Whittaker, filha de Louise Whittaker, que por uma estranha coincidência era melhor amiga de Lena, filha de Nel.

O poço dos afogados aparentemente, era o lar das mulheres sem esperanças, desesperadas e sem saída, o que fazia a polícia local sempre achar que o motivo das mortes era o suicídio.

"Há quem diga que essas mulheres deixaram algo de si na água, outros, que a água retém parte do poder de cada uma, pois desde então tem atraído para suas margens as desventuradas, as desesperadas, as infelizes, as perdidas. Elas vêm aqui para nadar com suas irmãs." p. 45
Paula Hawkins mais uma vez, mostrou-nos que sua escrita não é comum ou previsível, mas inteligente, perspicaz e arguitiva.  Durante a leitura iremos conhecendo novos personagens que de forma natural e objetiva explicam e apresentam fatos no decorrer do livro. Iremos conhecer o ponto de vista de terceiros que conheciam Nel, os pensamentos de Jules, de Lena, Louise, Erin, Sean, Josh, Nick. Todos eles são apresentados na hora certa, intercalando suas falas e pensamentos em primeira e terceira pessoa, mostrando-nos de forma objetiva a sequência dos acontecimentos.

COMENTÁRIOS PESSOAIS

Paula Hawkins obteve notoriedade nacional com seu suspense instigante "A garota do trem", com mais de vinte milhões de cópias vendidas ao redor do globo. Agora, Paula retorna com uma escrita tão brilhante e bem elaborada, intitulada "Em águas Sombrias", seu Thriller investigativo tem tudo para bater os recordes de venda de seu livro anterior.

Neste livro, Paula traz-nos toda sua prolificidade para com a escrita personificada em um thriller minuciosamente pensado em todos os aspectos, incluindo seus percalços. Iremos conhecer a verdade por trás do poço dos afogados e resolver a questão: Afinal, Nel se matou ou foi morta? 

Impossível parar de ler. Hawkins possui um dom irrevogável para tornar cada leitor um prisioneiro de sua escrita fantástica, arrastando-nos para o fundo do poço, afogando-nos com seus mistérios e instigando-nos com suas terríveis provocações.

A água escura e opaca, oculta o que há por baixo: Algas que te prendem, que te arrastam para o fundo, pedras pontiagudas que cortam a pele e a carne. Acima, paira o penhasco de rocha de ardósia cinza: Um desafio, uma provocação (p. 43)

►► Compre seu exemplar: Amazon | Saraiva | Submarino | Americanas | Livraria Cultura

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.