Ads Top

[RESENHA #163] Insistentemente POESIA, Teresa Sá Carneiro

Acervo Pessoal | Divulgação

RESUMO: Olhei frente-a-frente para a poesia num acordar tardio, mas não em atraso. Silenciei sentimentos em desinquieto caminhar ao longo da vida, mas pousei meu coração, finalmente. Imprescindível cuidar de mim: ler, escrever, sentir, colher esperanças cercadas de emoções que verdejam romances e provam sonhos! Meu estilo poético é natural e espontâneo: insistem memórias , emoções e rimas abertas.Minha imaginação submete-se a um mundo externo ao sentir-me especialmente estimulada por imagens, mas é com o coração que me revelo.É a imaginação aliada à forte influência visual que expressa a minha poesia;encontro, assim, a realidade poética que existe dentro de mim. 

Os encantados fragmentados de uma nostalgia. A poesia capaz de matar saudade. Tereza Sá Carneiro trás em sua obra poética "insistentemente poesia", um misto de emoções e sentimentos aflorados. Cada linha aqui escrita é como um pedacinho de nós mesmos.

Sem perceber
Não queiras
minh'alma remexer,
há sonhos
a dormir, já esquecidos:

a vontade
de tocar esplendor
de céu polar
e tinta coralinas das manhãs,
ficou distante.
Apagou-se, de repente,
sem eu mesma
perceber.

O tempo passou por nós a correr,
não pousou pra descansar,
seguiu em frente! (pág. 15)

Alternando entre o presente e passado, somos guiados, levados e cativos de uma escrita minuciosa e detalhadamente graciosa. Teresa traz em suas linhas, títulos e escrita, uma poesia que marca e remodela nosso ser, lembrando-nos de momentos, sensações e lembranças há muito adormecidas.

COMENTÁRIOS PESSOAIS


Acervo Pessoal | Divulgação
Não há muito o que ser dito, quando somos pegos desprevenidos pela prolificidade de alguém em narrar fatos e questões, colocando-as como foco de uma narrativa tão graciosa quanto a poesia. Teresa Sá, leva-nos em uma viagem inesquecível em  161 páginas repletas de sentimentos alternativos.

►► Adquira seu exemplar
Tecnologia do Blogger.