Ads Top

[RESENHA #177] Vida trans — A coragem de existir, de Amara Moira, João W. Nery, Márcia Rocha e T. Brant

Acervo Pessoal | Divulgação

Vida Trans, a coragem de existir. Varios Autores. São Paulo, Astral Cultural, 2017. 176p. ISB 978-85-8246-558-5 / R$ 27,90

Neste livro, Amara Moira, João W. Nery, Márcia Rocha e T. Brant – todos pessoas trans – relatam, em depoimentos intensos, urgentes e necessários, o momento no qual percebem que havia algo diferente com seus corpos, sobre o sentimento de inadequação perante os padrões exigidos pela sociedade, sobre os preconceitos e as dores vividos dentro e fora da família, sobre o momento de transição e, enfim, da liberdade sentida por esta decisão. Em cada um dos relatos individuais, os autores contam suas histórias de vida, de luta e militância – constante e diariamente –, a fim de reafirmar o direito ao nome, ao corpo e à existência plena.


Acervo Pessoal | Divulgação

Antes de abordar os tópicos presentes nesta obra literária, eu gostaria primeiro de falar um pouco sobre o universo e as pessoas que neles existem. Este livro te fará ter uma percepção maior acerca do que vem a ser escolha, felicidade e o que vem a ser luta. Você escolhe a marca da roupa que quer vestir, do perfume que quer usar e da casa onde quer morar. Você decide gostar mais de cachorro do que de gato (e vice-versa) ou se terá plantas artificiais ou naturais como decoração de sua casa. Porém, você não decide e nem escolhe ser quem você é. Por mais que as pessoas digam que você pode optar por um outro caminho, a verdade é que não existe outro caminho quando você nasceu da forma como está. Todos os dias milhares de pessoas destituídas de toda e qualquer informação acerca do universo LGBT apedrejam a bandeira do orgulho gay, e esta luta tem chegado a um ponto onde temos percebido que a desinformação por parte da maioria é de extrema ignorância, e este livro é aquela janela do conhecimento que está aberta, escancarada, pronta para receber sua visita. Este livro é aquele desabafo, aquela história, aquele momento e aquela situação que você terá que se encontrar algum dia para se colocar na pele do outro.

E para que você meu amiguinho (caso seja leigo nas questões sexuais do universo) tenha uma leitura fluida e proveitosa não somente do texto que irá seguir, mas também desta obra que é altamente recomendada para qualquer ser humano, eu gostaria de deixar bem claro o que é um transgênero. 

Uma pessoa transgênera, é uma pessoa que possui uma identidade de gênero (ou expressão de gênero) diferente do seu sexo atribuído.

Caso você ainda não tenha entendido: Ser transgênero é ser um garoto que nasceu no corpo de uma garota (e vice-versa). Não é complicado de entender quando decidimos abrir os horizontes e pensar fora da caixa. 

Amara Moira, João W. Nery e T. Brant
Este não é apenas um livro como qualquer outro, ele se difere em muitos aspectos e seu valor é quase que inquestionável. Vivemos em pleno século XXI, onde a sexualidade tem ganhado manchetes, destaques e debates próprios. A cada dia que passa a visibilidade e a discussão acerca da sexualidade e do gênero sexual de cada indivíduo tem ganhado espaço nos principais canais de comunicação, porém isso não é o suficiente para que pessoas desinformadas e constituídas de ódio obtenham o conhecimento da verdade acerca deste emaranhado de questões que a vida nos impõe quando algo "novo" surge em nosso meio. Isso acontece por que na maioria das vezes em meio a tanta visibilidade, o assunto ganha "panos de fundo", e não destaque. Exemplo: Um personagem em uma novela é transsexual, porém, se ele não é o principal e sua história como personagem não é mostrada ou contada ou não possui foco em sua identidade de gênero, de que vale a visibilidade? A carência de informação por parte de quem assiste, continuará a mesma. Vida Trans é um dos livros mais incríveis e satisfatórios com o qual você terá prazer de ler no decorrer deste ano de 2017.

Diferente da proposta de outros livros que colocam a figura transgênera como uma subfigurante e não como protagonista, este livro é a verdade escancarada dita e escrita por quem sente na pele o que é o dia-a-dia de uma pessoa transgênera. O livro já começa extremamente esplêndido ao nos apresentar um prefácio escrito pela cartunista Laerte Coutinho. Um prefácio que dará inicio a uma sucessividade de narrativas que transitam entre passado e presente, composto em quatro partes muito bem descritas pelos autores que participaram da escrita, sendo eles: Amara Moira, João W. Nery, Márcia Rocha e T. Brant.

As dificuldades em se ser transgênero no Brasil, nas ruas, no dia-a-dia e no emocional. 


As narrativas são conduzidas por celebridades trans da mídia. Cada um compartilhando suas dores, dúvidas, medos e dificuldades em seguir uma vida trans e conseguir vencer o caminho repleto de obstáculos impostos pela sociedade. Uma característica muito comum na vida transsexual é a dificuldade da pessoa em questão em aceitar-se e aceitar sua condição. Cada um narra sua realidade sobre uma ótica diferente, permitindo ao leitor uma melhor compreensão acerca do assunto. 


Acervo Pessoal | Divulgação
Se você é leigo nos assuntos que se referem a sexualidade, talvez ir em busca de um pouco de conhecimento fortaleça sua convicção de que não há nada de errado em ser transsexual. Isso não é uma opção (ninguém escolhe), não é uma orientação (ninguém é conduzido) é uma condição (sem condução  ou escolha, simplesmente acontece). Para compreender um pouco mais sobre o assunto é importante saber a diferença entre condição sexual e identidade de gênero. Identidade de gênero é o que você é sexualmente (homem, mulher, trans e etc), já condição sexual remete-se as questões sexuais, exemplo: Homem gay, mulher lésbica, homem e mulher bissexual e etc.

A busca pelo equilíbrio, compreensão e pela aceitação (pública e pessoal) é contínua e sempre repleta da dura batalha diária. A visão imposta pelos autores nesta obra é de suma importância para que todas as pessoas possam tomar conhecimento acerca de um tema tão pouco explorado dentro do tabu da sexualidade. É comum debater sobre ser gay, lésbica e até mesmo transformista, mas nunca transsexual. Este livro é talvez a porta de entrada para muitos leitores saírem da zona de conforto da ignorância provocada pela ausência de conhecimento e entrarem no universo alternativo da sabedoria acerca das coisas que nos rondam. 

Ah, e antes que eu me esqueça, existe um vídeo MARAVILHOSO no canal "Põe na Roda" no Youtube, que vocês precisam assistir, sendo ele:



Tecnologia do Blogger.