• NOVIDADES

    domingo, setembro 03, 2017

    [RESENHA #183] Paulo, amigo de Jesus Cristo


    Título: Paulo – O amigo de Jesus Cristo
    Autora: Maria Goretti
    Ilustrações: Monique Morgillo
    Editora Paulinas
    Ano: 2017
    Sabemos que contar a biografia de santos e apóstolos tem sido, durante séculos, uma tática educacional da Igreja Católica para conquistar seus fiéis pelos exemplos de vida desses personagens. Assim como, além disso, também catequizar, confortar e tornar próximo do católico a ideia de santidade e possibilitar um contato maior com os desafios que essas figuras conseguiram transtornar para vencer. Por meio dessas histórias, no caso dos santos conhecidas como hagiografias VER ETIMOLOGIA, a Igreja via, e ainda vê, a possibilidade de educar pelo exemplo e, para as crianças, acionar o afeto por essas personas marcantes da história da Igreja que, normalmente, parecem distantes e inalcançáveis, ainda mais pelo título de “São” VER ETIMOLOGIA que carregam. Como santos, apóstolos e beatos, esses homens e mulheres tornam-se algo além do humano, estando vedado a nós mortais compreendê-los. Essa distância não é de todo negativa, já que todo mistério pressupõe que nossa curiosidade humana será iluminada por uma busca. E, assim, pela busca, faz-se um caminhar, pelos questionamentos da busca pelo entendimento, até finalmente alcançar-se a fé e, enfim, o proposto pela Igreja que é utilizar essas figuras como via segura de exemplo e manifestação da vontade de Deus na terra. Em figuras como Paulo, encontraremos muitas questões mais do que atuais, não apenas no viés religioso, mas no ético e mais humano de nós mesmos. Estudar as palavras de Paulo, em suas cartas, é trazer para nós não apenas a figura do santo, mas mais ainda, lidar com nossas próprias interrogações, reviravoltas, cegueiras, tentações e temperamentos.
    Para o público infantil, ainda não pronto para questionamentos desta profundidade, a história de “Paulo - amigo de Jesus Cristo” será uma introdução à esta biografia. Com certeza, suscitará perguntas nas crianças, assim como demandará uma leitura das cartas pelos pais, para respondê-las, mas também para inflamar na criança um desejo maior de conhecer melhor a história no futuro. Além disso, o livro é muito bem ilustrado, suas cores harmonizam-se e a história é contada de maneira sintética, mas sem ser simplória, fazendo um breve resumo do que encontraremos em Atos 9, que conta a história de Paulo de maneira completa. Sugiro inclusive aos pais que comprem o Novo Testamento da Edtora Paulinas junto com “Paulo - amigo de Jesus” para maior apreciação e entendimento da história, pensamento e missão de Paulo, além de compreender como muitas das ideias de Paulo permanecem até hoje na Igreja Católica e em muitos de nossos atos e dilemas na vida terrena e comunitária, além de seu aspecto familiar.
    O livro termina mostrando a maior lição de Cristo, nas palavras de Paulo: o amor. E reescreve de maneira didática Coríntios 13 para o entendimento das crianças.
    O amor é paciente
    e bondoso.
    Não é invejoso,
    nem orgulhoso.
    Não se comporta mal,
    não busca seu próprio interesse,
    não se irrita...”
    Dica de chave para leitura: com seu pequeno leitor, compare as ideias de Paulo sobre amor com as ideias da sociedade que vivemos. Grandes abismos, não?
    Estas três coisas permanecem:
    fé, esperança e amor.
    Mas o dom maior é o amor.”


    Mariana Belize

    Projeto Literário Olho de Belize em Parceria Editora Paulinas/Próximo Parágrafo

    Nenhum comentário: