Responsive Ad Slot

LANÇAMENTOS

lançamentos

[RESENHA #221] Sinceros enganos, de Marcos Magoli

sábado, fevereiro 17, 2018

/ by Vitor Lima
Sinceros enganos, de Marcos Magoli | Penalux | Acervo Pessoal

SINCEROS ENGANOS. MAGOLI, Marcos. Guaratinguetá, SP: Penalux, 2018, 101p ISB 978-85-5833-263-7/ R$ 35,00

Marcos Magoli e a prosa que segue o compasso da realidade vivida por entre as linhas. “Sinceros Enganos” é a primeira obra poética do autor carioca Marcos Magoli, ao qual, utiliza-se de um de seus poemas para dar nome a sua obra. Entre o folhear das folhas poderemos compreender a grandiosidade dos pensamentos do poeta acerca da vida, realização pessoal, das incertezas, das dúvidas e sobretudo, da realidade.

Marcos Magoli é um dos poucos poetas cariocas que conseguem facilmente desenvolver um poema social reflexivo alternando em poema e prosa, de forma tal que, a estilística mantenha-se impecável. O livro é constituído por cento e dez poemas que viabilizam a reflexão acerca do “O quê”, “por quê”, “quando”, e “onde” da vida.  Com um humor e sensibilidade ao gosto de qualquer bom boêmio, Magoli leva-nos a indagar-nos acerca do real sentido da vida. Comecemos esta análise através de um de seus poemas que mais transparecem as incertezas com relação a vida “Vitrine”, que pode ser facilmente encontrado na página 34 da obra, que diz:

Nas vitrines o futuro móvel
entre faróis
          luminosos
a vida corria nas avenida
a esperança é a ultima que morre
os homens morrem antes
               nas ruas
                       nos hospitais
                            nos domingos.

Agora é a vez de você interlocutor me indagar (e se indagar): por que este é o poema chave? O poema que enfatiza toda concreticidade dos pensamentos de Magoli estão na página dezoito da obra e leva o nome da obra “Sinceros Enganos”, e um dos maiores enganos citados no poema é a incerteza sobre a vida e a continuação da mesma, porém, em “Vitrines”, podemos observar o quanto a vida é um conto frágil.

O livro é dividido em três categorias distintas, sendo elas “Sinceros enganos”, “mural” e “em busca da paixão perdida”. Em “Sinceros enganos”, o autor narra a vida sob uma perspectiva onde o interlocutor poderá sentir a intensidade da vida. A chave desta divisão é a vida, sonhos, metas e determinação e os enganos que a vida nos dá, o que difere muito de “Mural”, que é basicamente uma mistura de poemas que visam a descoberta da vida, dentre a perda de um itinerário, a descoberta dos prazeres e o sentimento como chave de vida. E para finalizar, nada como o amor. Ah, o amor. Presente em toda obra, principalmente, claro, em “em busca da paixão perdida”, onde o autor descreve cenas de descobertas do amor, do sentimento, do apaixonar-se e dos enganos do coração.

me chamou
de poeta vagabundo
                      e foi-se

me deixou
Às moscas

jogado
às baratas

no inicio
      senti
      saudade da formiga

 mas hoje
          me casei
         com a cigarra
                             — FÁBULA (p.97)

Um livro incrível em todos os aspectos, esta, por sua vez, promete agradar desde os leigos, até os mais exigentes com a escrita. Apaixone-se pela escrita de Marcos Magoli.

O AUTOR

Marcos Magoli é poeta carioca, suburbano do bairro de Rocha Miranda. Tem alguns livros lançados; entre eles, Um Trem Para Madureira. É fundador do Coletivo Estação Suburbana.

Nenhum comentário

Talvez você se interesse...
© all rights reserved
made with by templateszoo