Responsive Ad Slot

LANÇAMENTOS

lançamentos

[RESENHA #225] Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente

segunda-feira, março 12, 2018

/ by Vitor Lima
Foto: Fã page "Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente" | Divulgação

TCD. Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente. Globo Alt. 2017


Indo contra a tendência dos textos curtos e superficiais que são postados nas redes sociais, o coletivo literário Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente (TCD) passou a produzir e compartilhar um conteúdo extenso, profundo e extremamente poético em suas páginas no Facebook e no Instagram. Com seus escritos e ilustrações, eles acabaram atingindo um público muito maior do que o esperado, nos mostrando como, apesar da crescente agilidade que nossa comunicação exige, ainda precisamos de tempo para digerir e entender nossas complexas relações humanas. Para este livro, foram produzidos textos inéditos que ganharam a companhia das sensíveis ilustrações de Anália Moraes.
Foto: Fã page "Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente" | Divulgação

TCD é um chute no estômago, um livro que fala sobre tudo e nada ao mesmo tempo. É complexo abrir um livro que aborda assuntos nos quais passamos a vida tentando ignorar, esquecer ou simplesmente deixar de lado. Existem frases que nos lembram momentos que queremos esquecer, ilustrações que nos mostram como foi (ou como poderia ter sido) determinado momento se o nosso posicionamento fosse outro perante aquela situação. Cruel demais para reconhecer que fala abertamente de nossa falibilidade como seres humanos, cruel demais para que seja ignorado, para que seja deixado de lado, e talvez cruel demais por se tratar das relações humanas. As mesmas relações que fingimos ter, ou que gostaríamos de ter, e pior, as mesmas relações que um dia tivemos.

Falar sobre abandono e esquecimento é uma dor que permeia a vida humana e as relações interpessoais. Gostaríamos que tudo fosse como sempre sonhamos, mas a verdade é que a vida não tem uma pausa para que possamos digerir um fato, um acontecimento ou um arrependimento, ela não para. E ai que se encontra o problema, você não tem tempo para pensar em que reação terá diante de tal dificuldade, problema ou ideia, você tem apenas tempo de reagir, mas não de optar por como.


Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente é um mar de questões que se formam entre uma folha e outra. É um emaranhado/misto daquilo o que gostaríamos de esquecer: O medo que vem com a partida, a solidão que acompanha a insegurança, o desejo que caminha com a ausência e as frustrações que abraçam os nossos sonhos quando pisoteados ou abandonados, seja por incapacidade de assumi-los e seguir com as consequências, ou seja pelo simples fato de não termos consciência da grandiosidade daquilo o que temos na mão, e por ser trabalhoso demais ter que lutar, acabamos deixando-o ir embora.

Não importa a sua idade, sua profissão ou seu nível de escolaridade, tudo o que importa aqui é que você é humano, possui sentimentos e uma hora eles irão falhar com você. E você não tem culpa alguma sobre isso, afinal de contas, quem pode prever o amanhã? Textos que falam e que rasgam peitos com sensações e arrepios, que acompanham (levemente) as lagrimas do “baque” que é ter a certeza de “eu já passei por isso”.
Cruel demais para ser lido, mas verdadeiramente bom para ser deixado de lado.

Conheça a página no instagram @textoscrueisdemais

Confira alguns trechos desta obra:












Nenhum comentário

Talvez você se interesse...
© all rights reserved
made with by templateszoo