Responsive Ad Slot

LANÇAMENTOS

lançamentos

[RESENHA #275] Por que a guerra? Das batalhas gregas à ciberguerra: uma história da violência entre os homens

O que causa as guerras e como elas podem ser evitadas?

sábado, outubro 06, 2018

/ by Vitor Lima

SILVA, Francisco Carlos Texeira da; LEÃO, Karl Schurster Sousa (Org.). Por que a guerra?: Das batalhas gregas à ciberguerra – Uma história da violência entre os homens. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018. 448 p. v. 1.










SINOPSE

O livro Por que a guerra?, organizado pelos professores Francisco Carlos Teixeira da Silva e Karl Schurster Sousa Leão, revela como a preocupação com o tema tem origens longínquas, remetendo a reflexões desenvolvidas de forma ininterrupta pela humanidade desde a Antiguidade, tanto no Mundo Ocidental quanto Oriental.

Os 17 capítulos da obra examinam de forma multifacetada a evolução dessas reflexões e desses estudos até os dias de hoje, incluindo visões da guerra do futuro alimentadas por projeções acadêmicas e artísticas neste início de novo milênio. Em tempos de crescente turbulência e incerteza no sistema internacional, trata-se de obra indispensável para orientar e iluminar nossa inquietação com a “marcha da insensatez” em curso no mundo.
Este livro reúne ensaios de Aline Tedeschi da Cunha, Ángel Pablo Tello, Antônio Elíbio, Armando Bittencourt, Dilton Maynard, Francisco Carlos Teixeira da Silva, Francisco Eduardo Alves de Almeida, Gracilda Alves, Guilherme Moerbeck, José Maria Gomes de Souza Neto, Kalina Vanderlei, Karl Schurster de Sousa Leão, Marcelo Bastos de Souza, Norma Musco Mendes, Paulo Possamai, Rafael Pinheiro de Araújo e Ricardo Pereira Cabral.

RESENHA

Violência e guerra estão constantemente andando lado a lado, seja pelo extremismo, seja pelo poder político que um exerce sobre o outro ou quaisquer outras motivações que possam provocar um conflito. Em “Por que a guerra”, 18 autores contam, analisam e esmiúçam em ensaios reflexivos acerca do existencialismo humano, do conflito de interesses até o ato de guerrilha. O livro abrange diversos períodos históricos e traça um paralelo entre as divergências, afluências e motivações dos anos com relação ao cenário atual.

A teoria deste livro é incrivelmente fomentadora, os autores convidam de forma clara e objetiva os leitores a refletirem sobre questões simples, mas ao mesmo tempo ricas em análises, questões como “o que causa a guerra?” ou até mesmo “Como elas podem ser evitadas?”. São perguntas complexas, afinal, as motivações podem ser diversas e uma infinidade de fatores contribui significativamente para resolução de um problema que possui toda uma estrutura social, e é justamente sobre esta complexidade que o livro abordará. Constituído por dezessete capítulos e dezoito autores, o livro traz uma análise minuciosa acerca do desenvolvimento do desentendimento social que acarreta em uma guerrilha. O livro foi organizado pelos professes Francisco Carlos Texeira da Silva e Karl Schursters Sousa Lesão, contando com uma série de ensaios escritos por dezoito autores distintos que trouxeram a tona o sentimento de preocupação com relação à origem dos conflitos e de seus desenvolvimentos. O livro também é um convite aos preocupados com o futuro da nação, uma vez que ele propõe claramente, uma análise do cenário crítico ao qual nos encontramos, onde as reflexões fazem-se necessária para compreensão do cenário atual das tensões sócias que circundam nosso cotidiano, uma vez que a guerra foi considerada por muitos anos um ato político e característico da figura humana. Tomando conhecimento de que a guerra é, de certa forma, inerente à civilização e completamente intrínseca ao homem, podemos dizer que o ato de rev0lução e busca pela paz, nada mais é do que o ato de se evitar a guerra. A abrangência dos ensaios aqui propostos são inegavelmente satisfatórias em suas descrições, levando-nos a compreender de que forma a sociedade entra em colapso conflitivo, buscando compreender nas Cruzadas, no Império Romano, na Idade Média, Segunda Guerra Mundial, no Imperialismo e tantos outros períodos da vasta história do homem.

Um livro realmente extenso para se discutir em uma única resenha, não há como falar de toda grandiosidade descritiva e analítica desta obra em uma única página, seria-me necessário à formulação de um artigo para tal. O livro conta com ensaios de Aline Tedeschi da Cunha / Ángel Pablo Tello / Antônio Elíbio / Armando Bittencourt / Dilton Maynard / Francisco Carlos Teixeira da Silva / Francisco Eduardo Alves de Almeida / Gracilda Alves / Guilherme Moerbeck / José Maria Gomes de Souza Neto / Kalina Vanderlei / Karl Schurster de Sousa Leão / Marcelo Bastos de Souza / Norma Musco Mendes / Paulo Possamai / Rafael Pinheiro de Araújo / Ricardo Pereira Cabral.

Nenhum comentário

Talvez você se interesse...
© all rights reserved
made with by Google