Responsive Ad Slot

LANÇAMENTOS

lançamentos

[RESENHA #310] Úmidas paisagens, org. Luciana Iser Setúbal

segunda-feira, março 04, 2019

/ by Vitor Lima



Úmidas paisagens. Org. Luciana Iser Setúbal. Guaratinguetá, SP: Editora Penalux, 2018. 120p

SINOPSE: O livro Úmidas Paisagens, reúne contos de dezoito autoras diferentes, incluindo a própria organizadora, tendo como tema principal a mulher, a sexualidade e a maturidade. É de conhecimento geral que a mulher sofre em todas as épocas de sua vida, porém, poucos tomam tempo para discutir o machismo em junção ao etarismo (isto é, a discriminação etária), deixando a mulher madura em um plano de extrema desvalorização na sociedade contemporânea. Nesta reunião de contos, escritoras incríveis debatem e articulam, através da literatura, o papel, a vida, os sentimentos e os pensamentos da mulher mais velha no Brasil e no mundo. "Úmidas Paisagens" é uma obra preciosa, muito sensível e importante em tempos como os nossos.

Úmidas paisagens é uma coletânea de narrativas organizada por Luciana Iser Setubal com participação de dezoito outras autoras, a obra faz parte do catálogo da Editora Penalux e foi lançada no ano de 2018. Aqui, a proposta é bem básica: discutir o feminino, a sexualidade e a maturidade na figura da mulher madura, mais velha, mais experiente. Cada conto debruça-se sobre um tabu ao qual as mulheres mais velhas são submetidas: sexualidade, maturidade, relacionamento, sobre o ser mulher e sobre outros diversos paradigmas que permeiam o circulo social da mulher. O livro também traz a tona os sentimentos e as descobertas que a vida proporciona em determinado tempo, período: como o fim de um relacionamento de longa data, o abandono dos paradigmas que antes às impediam de realizar determinada tarefa, reencontro com amores passados, amor ao corpo e militarismo empoderado, dentre outros tópicos discutidos em suas 120 páginas.



O livro é composto por uma narrativa que transita entre o aqui e agora e o desejo, ou seja, é um livro de alma feminina, repleto de conselhos de mulher para mulher, principalmente para aquelas que querem livrar-se de tabus, sair da rotina e se voltarem para o universo da forma como bem entenderem, sem se prenderem por nenhum tipo de estigma ou condenação. Aqui, o que reina em todas as diversas óticas acerca do universo feminino e do desenvolvimento descritivo e narrativo da vida feminina, é a liberdade. Impressionante notar que todos os contos dispostos nesta obra são diferentes, ainda que alguns tenham o mesmo tópico ou intenção, você sempre consegue ligar-se de uma forma inesperada na narrativa. O olhar feminino que cada uma possui de si e da vida é algo libertador e instigante. A narrativa é provocante, ousada, sensual e direta, principalmente nas descrições de quem descobriu (ou sentiu) ou lembrou-se de como o sexo é prazeroso:

Na dança frenética dos corpos, iluminados pelo crepúsculo que enveredava pela janela, dedos e línguas ávidos evidenciavam o quanto a passagem do tempo pedia urgência, pelo menos naquele primeiro reencontro. Júlia agia como se quisesse mergulhar na imensidão de Catarina, absorvendo, sedenta, o líquido salgado que esvaía do seu grande amor (p.55)

“Foi na piscina que Rui se aproximou de mim mais do que eu esperava, encostando seu pênis no meu quadril. Eu não achei que fosse um assédio, eu gostei” (p.85).

[...] Lembrou das duas, adolescentes, tomando banho juntas em uma noite de verão como essa. Suzi beijou sua boca. Ela retribuiu com entusiasmo. Ensaboaram-se e se tocaram, os dedos deslizando pelos corpos nus, seios eriçados, clitóris entumescidos. Suzi ajoelhada lambendo sua xota, o que provocou o primeiro e intenso orgasmo (p.89).


A ORGANIZADORA

Luciana Iser Setúbal, conhecida como Setúbal, nasceu em 6 de março de 1974 em Porto Alegre e atualmente reside em São Paulo/SP. Redatora publicitária, revisora e professora, tem contos e crônicas publicados em diversas coletâneas. Desde 2012 participa do blog literário. www.coletivoclaraboia.com.br, e no mesmo ano foi selecionada para o edital de Criação Literária do Programa de Ação Cultural (ProAC) do Governo do Estado de São Paulo, por meio do qual concluiu este projeto.

Nenhum comentário

Talvez você se interesse...
© all rights reserved
made with by Google